Os americanos não são racistas? Segregados? E xenófobos? – Preconceito nos EUA

Bem, quais? No nível interno ou no nível político? Depende de quem você está perguntando, mas aqui estão algumas coisas para manter em mente:

Vidas negras importam. Este movimento social recentemente acendeu toda uma onda de emoções de apoiadores e oponentes de seus ideais.

  • “Todas as vidas importam, não é o correto?”

–um pode perguntar. E numa ideologia filosófica baseada em princípios, sim, todas elas importam. Mas olhando para vários parâmetros que comparam americanos negros a outras “raças/etnias”, é fácil detectar uma disparidade, especialmente entre brancos e negros.

Aqui estão apenas alguns gráficos que achei particularmente alarmantes:

Tiroteios policiais fatais por milhão, por etnia

Fatal police shootings per million by race
Shayanne Gal/Business Insider

Consumo de maconha vs. detenções por porte, por etnia

marijuana usage vs possession arrests by race
Shayanne Gal/Business Insider

Riqueza doméstica de norte-americanos negros e brancos

household wealth of black and white americans
Madison Hoff/Business Insider

Nesses três gráficos, você pode começar a ter uma ideia de como a sociedade trata de forma desproporcional um grupo de pessoas sobre o outro. Bem, existem algumas coisas importantes para ser observadas aqui:

  1. Cerca de metade das mortes causadas pela violência policial são sofridas por brancos. No entanto, mais negros são mortos em proporção a qualquer outro grupo racial, o que é alarmante, pois constituem uma parte muito menor da população
  2. Embora o uso de maconha esteja se tornando mais legalizado em todo o país nas últimas décadas, e aproximadamente a mesma quantidade de brancos e negros admitam usá-la, uma porcentagem muito maior de negros são presos por porte de maconha
  3. As famílias brancas em geral têm maior probabilidade de ter alta renda, enquanto as famílias negras em geral têm maior probabilidade de serem pobres

Isso é apenas o que os números nos mostram; faça com eles o que quiser.

Há muitos brancos mortos pela polícia ou presos, e muitos negros são ricos. Mas, no fundo, o sistema dos EUA atrasa o progresso de certos grupos.

E não é apenas um fenômeno atual. Muitas oportunidades existem para todos os povos hoje, que é ótimo, embora, historicamente, essas minorias não tiveram uma chance. A escravidão institucional era uma parte disso. As teorias de que algumas raças serem melhores do que outras era outra parte ainda relacionada. Por qual outro motivo um grupo de pessoas viria para um continente pensando que estava “destinado” a ensinar e conquistar os outros?

Também quero deixar claro que este problema não é exclusivamente europeu. Escravidão, colonização e segregação existiram em todos os continentes povoados durante a maior parte da história humana. Os humanos são legais assim.

A América tem uma história suja com xenofobia, que é temer ou desprezar pessoas de nações, culturas, e religiões estrangeiras. Nos primeiros dias, estávamos preocupados com os alemães e escandinavos tomando nossos empregos e terras. Mais tarde, foram os irlandeses, depois europeus orientais, italianos e asiáticos. Mais recentemente, foram latino-americanos e muçulmanos, mas essa história é antiga. Todos esses grupos sofreram violência e retaliação ao migrar para a América, com a única diferença de que aqueles grupos vistos com uma cor de pele “menor”, ​​religião “menor” ou de países “mais carentes” sofreram bem mais. Essa discriminação persiste de maneira especialmente forte em comunidades que estão segregadas há gerações.

Os EUA são um país incrivelmente complexo. A percepção de ser uma nação de imigrantes influenciou muitos a chegar e continuar com seus antigos costumes, afastando eles da cultura americana em geral. O medo de imigrantes e a hostilidade frequente em relação a eles deixou muitos se sentindo mal recebidos a ponto de irem voluntariamente para outros países ou voltando para sua casa. Quem quer alguem gritando,

Volte para onde você veio!

ou recebendo olhares de desprezo o tempo todo apenas por causa de sua aparência ou crenças religiosas? Tenho certeza de que me sentiria péssimo comigo mesmo se eu fosse receber preconceito por coisas que nem posso controlar. O governo definitivamente cria políticas que estimulam esse medo dos estrangeiros. Lembre:

  • Nipo-americanos colocados em campos de internamento
  • Imigrantes irlandeses anunciados como invasores subumanos
  • Mexicanos e centro-americanos sendo deportados em massa
  • proibição de viagens imposta a países de maioria muçulmana

Esse último foi bem recente, hein?

Para colocar um pouco de sol nessa história, os americanos, em geral, parecem ser pessoas realmente bem-intencionadas. Não gostamos de ver os outros sofrendo e queremos ser uma sociedade pacífica e feliz que trabalhe em conjunto aos outros. Muitos estão realmente curiosas ​​sobre outras culturas, línguas e religiões. Temos uma má reputação, mas muitos de nós estamos tentando quebrar esses estereótipos de mente fechada e de preconceituosos que tacamos em nós mesmos.

De qualquer forma, dê uma olhada nas páginas abaixo para ver mais gráficos sobre a percepção das questões raciais nos EUA e me diga o que você acha! Há de tudo, desde comparações de renda a opiniões sobre como a raça de uma pessoa afeta a mobilidade de classe social. Tem até um grafiquinho interessante que mostra como os americanos veem a tal palavra com “N”. Há um total de 7% de brancos que pensam que está tudo bem “Às vezes” ou “Sempre” para gente branca dizer a palavra “N”, o que é simplesmente doido. É uma porcentagem muito pequena, mas estou tentando imaginar quem são essas pessoas. Eles são realmente racistas ou são apenas uns caras brancos loucos que andam muito com negros e se safam? Provavelmente ambos, mas essa palavra merece um artigo inteiro para si mesma.

Portanto, a resposta à pergunta original é: Sim, somos um pouco racistas, segregacionistas e xenófobos, mas é um mau hábito de longa data. Fomos treinados dessa forma. Fomos ensinados dessa forma. Nossa nação começou assim. Mas não se esqueça, não é apenas um problema americano. E, estamos tentando! Muitos estão lutando para consertar isso. Pensar naqueles cidadãos que tem uma mente positiva me ajuda a dormir melhor à noite.

Se você consegue ler em inglês e quer aprender mais, aqui estão recursos:

Gráficos que mostram como as diferenças raciais aparecem na sociedade: https://www.businessinsider.com/us-systemic-racism-in-charts-graphs-data-2020-6

Para a história da xenofobia nos EUA: https://now.tufts.edu/articles/long-history-xenophobia-america

Para a percepção dos americanos sobre questões raciais: https://www.pewsocialtrends.org/2019/04/09/race-in-america-2019/

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s